Google+ Followers

18 de nov de 2012

Nós podemos mudar nossa vida !


Hoje é um dia marcante.  Nele, começaremos a criar uma vida mais plena.
 Começaremos a nos libertar de nossas limitações.
 Afirmo com toda a convicção: Todos podem mudar a vida para melhor, porque trazem dentro de si as ferramentas para isso.
 Essas ferramentas são nossos  pensamentos e crenças - o que chamo de afirmações.
Para aqueles que desconhecem os benefícios das afirmações positivas, eu gostaria de explicar um pouco o que elas são:
 Uma afirmação é qualquer coisa que você diz ou pensa.
 Não nos damos conta disso, mas muitas vezes nossos pensamentos são bastante negativos, seja a  nosso próprio respeito, seja a respeito dos outros, das experiências que vivemos e do nosso futuro. Expressamos nossos pensamentos em palavras, e se os pensamentos são negativos, as palavras também o serão.
 Exemplo:  "Sou um total fracasso",
                 "Meus amigos me desvalorizam",
                "Isso é muito difícil, não vou conseguir"...
 São pensamentos que temos e frases que pronunciamos sem perceber o efeito negativo que exercem sobre nós.
 O que proponho  é que tomemos consciência dos nossos pensamentos e palavras para deliberadamente trocá-los por afirmações positivas.
Que saibamos escolher palavras que irão ajudar a eliminar algo de nossa vida ou a criar algo novo para ela.
Uma afirmação abre a porta;  ela é o ponto de partida do caminho para a mudança.
 É como se  disséssemos ao subconsciente:
 "Estou assumindo a responsabilidade. Estou consciente de que posso fazer algo para mudar."
Repito: cada pensamento que temos ou cada palavra que pronunciamos é uma afirmação. Todo o diálogo interno é um fluxo de afirmações. Usamos afirmações a todo momento, quer estejamos consciente ou não. Afirmamos e criamos nossas experiências de vida a cada palavra ou pensamento.
As afirmações expressam as crenças a respeito de nós e do mundo, que vão sendo construídas desde a infância.

Uma criança criada num clima de respeito e amor, que se sentiu acolhida e valorizada, tem uma visão - uma crença - a respeito de si  mesma bem diferente daquela que foi abusada, ignorada, desrespeitada.
É muito fácil imaginar o que acontece com cada uma dessas crianças.
A primeira vai gostar de si mesma, vai acreditar em sua própria capacidade, vai se relacionar amorosamente com os outros e não se deixar desrespeitar.

 A outra estará sempre na defensiva, esperando hostilidade dos outros, relacionando-se com eles como a pessoa desvalorizada que acredita ser, deixando-se desrespeitar.
 Talvez na idade adulta ela diga que deseja encontrar um parceiro que a ame e respeite, mas sua crença mais profunda a impedirá de fazer isso, porque ela não se sente merecedora de um relacionamento de qualidade.

É importante prestarmos atenção nisso. Nossas crenças são capazes de nos fazer felizes, mas também podem estar limitando nossa possibilidade de criar exatamente as coisas que dizemos desejar.
 O que  queremos e aquilo que acreditamos merecer podem não ser a mesma coisa. É preciso estar atento aos pensamentos e às palavras que  expressamos para começar a eliminar aqueles que criam as experiências que  não desejamos para a vida.

Temos que  entender que se nós pensamos e sentimos que a Vida não está nos dando o que desejamos, então é certo que nunca teremos as coisas boas que a Vida dá aos outros - isto é, até que mudemos o nosso modo de pensar e falar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para colocar suas idéias e seus comentários !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Se tiver o propósito de reagir, de enxotar os pensamentos
dolorosos e de buscar a alegria, dentro de pouco tempo
tudo terá mudado em sua vida e na da sua família